A História do Hagelslag
Entrar
Registo
Início
Bicicletas
Acessórios
Pacotes
Carrinho
Blog
Empresas
Sobre
Contactos
Blog
Test-Drive
Empresas
Sobre
Contactos

A História do Hagelslag

Que os holandeses gostam de andar de bicicleta já todo o mundo sabe, mas sabe qual é que é o segundo orgulho nacional? Hagelslag! Hagelslag?! Sim, hagelslag, um doce holandês, feito de chocolate, que se põe no pão. Não, não é Nutella. Este chocolate vem sólido, em pedacinhos pequeninos, como um granizo de chocolate! Mas porque é que nunca ouvimos falar dessa delícia em Portugal, e porque é que os holandeses gostam tanto?

Um pouco sobre a história do hagelslag

A palavra hagelslag significa literalmente granizo em holandês, o que mostra um pouco mais sobre a sua origem: A lenda diz que em 1908, num dia de inverno estava a cair muito granizo em Amsterdão. O dono da fábrica de doces Venco estava dentro da sua fábrica, a olhar para fora quando de repente teve a ideia de criar um granulado a base de anis, para meter no pão. O granulado ia ser branco, tal como o granizo nas ruas, e o primeiro hagelslag nasceu! O granulado era um grande sucesso e toda a gente adorou.

Anos depois, em 1936 um rapaz de 5 anos, H. Bakker, mandou uma carta a fábrica Venz para criar um produto semelhante, mas com chocolate, porque adorava chocolate. Não se sabe se a fábrica chegou de responder ao rapaz, mas no mesmo ano a Venz entrou no mercado com o granulado de chocolate que podia ser comprado nos mercados, por peso. O produto chamava-se chocoladehagel (granizo de chocolate) e foi um sucesso tão grande que em menos de nada ultrapassou o concorrente com o granulado de anis, e as pessoas começaram a chamar o granulado de chocolate de hagelslag. Os holandeses foram assim os primeiros do mundo a por chocolate no pão, já que a Nutella apenas foi inventada em 1946, após a segunda guerra mundial.

Agora em 2019, o hagelslag (de chocolate) continua a ser o doce preferido dos holandeses para polvilhar no pão, nomeadamente de manhã. Inúmeras outras marcas adotaram a ideia e saíram com a sua versão desta delícia, porém apenas as marcas que utilizam no mínimo 32% de cacau podem dar o nome de chocoladehagel ao seu produto. O nome hagelslag não pode ser usado nas embalagens, pois pertence a Venco que inventou o granulado de anis. Porém, quando se fala em hagelslag, qualquer holandês se lembra sempre da sua versão em chocolate, o que para o povo se tornou a ser o único e verdadeiro hagelslag!

Hagelslag e bicicletas

Mas o que é que o hagelslag tem a ver com andar de bicicleta? De facto, nada. Só que os holandeses costumam comer o hagelslag de manhãzinha ao pequeno almoço, pelo motivo que acreditam que lhes dá força e motivação para o resto do dia. Força esta que é utilizada para andar de bicicleta até ao trabalho ou até a escola.

Alguns factos sobre hagelslag

Cada holandês come por ano em média 50 sandes com hagelslag e todos os anos este número costuma aumentar cerca de 3%.Isso dá uma média de 1 milhão de sandes com hagelslag por dia e com isso é a sandes mais popular na holanda.

Em Portugal vendemos um produto semelhante para decorar os bolos, como o brigadeiro, porém apesar de ser parecido, o sabor é muito diferente. Assim, a versão holandesa é muito mais macia, de tal maneira que derrete na língua. Cá, a versão holandesa apenas se vende em algumas lojas específicas e na internet.